segunda-feira, 6 de junho de 2011

História dos Pequenos Notáveis - Esmaltes

Olá pessoal!!!


Para iniciar a vida do Moça Bonittá - Nails & Acessories escolhi para primeiro tema um dos motivos e razão de existência do blog: A História dos ESMALTES!!!!!!

De 3.500 a 3.100 A.C., no Egito, as egípcias tingiam as unhas. Na época os esmaltes eram feitos de goma arábica, clara de ovo, gelatina e cera de abelhas. De secagem lenta, película que se formava sobre a unha absorvia a poeira e saía com facilidade
A cor inicialmente era preta e a base de henna. Com o tempo, foi ficando mais clara e com tons de marrom claro. Com isso, as cores do esmalte passaram a indicar a classe social do indivíduo: os tons claros eram usados por mulheres de classes mais baixas e os tons intensos, pela nobreza. A diferenciação ocorreu durante o reinado de Cleópatra.
A rainha, que não era tão bela assim, criou uma lei determinando que ela seria a única autorizada a usar unhas pintadas de vermelho e, segundo a história, uma severa punição poderia ser aplicada para quem desobedecesse sua ordem, a infratora podia até ser executada.

Outra rainha egípcia, Nefertite, poderosa conhecida por sua beleza, também era fã de vermelho e pintava as unhas das mãos e pés com a cor da pedra mais desejada: o Rubi.
Com essas influências a civilização do Império Romano passou a valorizar ainda mais o cuidado com as mãos, e o polimento das unhas começou a ser difundido geralmente feito com materiais abrasivos.
Já na China antiga (3.000 A.C.) as unhas compridas eram cultuadas como sinônimo de nobreza e os guerreiros, em demonstração de poder e coragem, pintavam as unhas de preto antes de partirem para a batalha.
Já na idade moderna a partir de 1.800 d.C. -  As unhas femininas apresentavam-se curtas, moldadas a lima, levemente arredondadas e discretas. Ocasionalmente eram perfumadas com óleo vermelho e polidas com couro macio.

1.830 - Na Europa, o médico “dos pés ” Dr. Sitts, desenvolve o primeiro instrumento de manicure, muito utilizado até hoje:o Pau de Laranjeira. Com este instrumento, a cutícula podia ser empurrada gentilmente para trás, sem ferí-la. Antes deste instrumento, a cutícula era removida com todo tipo de metal,ácidos e tesouras.
1.892 - A sobrinha do Dr.Sitts, apresenta um novo método de cuidados para unhas e inicia palestras sobre como tratar a cutícula e as unhas. E aí, surgem os primeiros salões de manicure.
1.900 - Era comum usar tesouras e limas metálicas para dar forma às unhas. Para polireram usados cremes colorantes e pós. Já havia modelo precursor de esmalte de unha como o conhecemos hoje. Este esmalte era aplicado com um pincel de pelo de camelo, entretanto, este esmalte não permanecia mais
que um dia nas unhas.

1.910 - Foi fundada a primeira empresa de produtos de manicure em Nova York, a Flowerey Manicure Products. A empresa produzia o famoso Emery Board, um tipo de lixa metálica que se tornou um produto básico para o tratamento de manicure.
1.914 - Uma mulher, Ana Kindred registra em Dakota do Norte, EUA, a patente para a proteção das unhas. Uma cobertura protegia as unhas dos operários dos desgastes dos agentes químicos.
1.917 - A Vogue publica o anúncio “Não Corte a Cutícula .Use a técnica Simplex, de Home Manicuring”. O conjunto incluía um removedor de cutículas, um polidor de unhas, esmalte de unha, uma caneta branqueadora de unha, uma lixa (já de papelão) e um folheto com instruções para fazer as unhas em casa.
Com esse anúncio, mais e mais mulheres passam a querer unhas brilhantes e usar abrasivos, pastas ou pós polidores.

1.920 - As estrelas de cinema são maquiadas de acordo com o “esquema de características infantis”: olhos destacados, bocas grandes, narizes pequenos, cabelos curtos e magreza de rapazes. Atém então, ainda não havia exatamente um esmalte de unhas. Entretanto, a indústria automotiva criou a base dele, desenvolvendo esmaltes para carros.
1.925 - Finalmente foi lançado o primeiro esmalte de unha: transparente e em tom rosado. Ele é aplicado no meio das unhas – a meia lua e a ponta das unhas ficavam nuas. Para a responsável pela manicure na Metro Golden Mayer (MGM), então o estúdio de cinema mais popular dos Estados Unidos, Beatrice Kaye, os anos 20 e 30 eram os anos da manicure estilo meia lua. A cutícula era removida e a unha preenchida apenas ao centro. Mais tarde o esmalte seria aplicado à unha,mas não na meia lua junto à raiz (a lua). Nessa época proibia mulheres de reputação usar esmaltes muito chamativo, de cores fortes.
1.927 - A fábrica americana “Max Factor” lança o Max Factor’s Esmalte para Unhas: um pote metálico com um pó de coloração bege que deveria ser espalhado sobre as unhas com uma espécie de pincel. As unhas começaram a ganhar brilho e algumas cores.
1.929 - O esmalte com perfume é lançado, mas sua aceitação e popularidade têm vida curta
1.930 - Divas do cinema,como Rita Hayworth e Gloria Swanson promovem o uso de esmaltes. Sua utilização passa a ser sofisticada e elegante, despertando a pintura das unhas com diversos tons de vermelho.
1.932 - Charles e Joseph Revlon, dois irmãos americanos, unem-se a um químico e criam o esmalte brilhante e colorido com pigmentos, para ser aplicado na unha toda.Nasce a marca Revlon. Eles promovem pela primeira vez a tendência de maquiar os lábios e unhas da mesma cor.
1.934 - Anna Hamburg, da Califórnia, patenteia uma unha colorida artificial que pode ser facilmente aplicada e removida sem danificar a unha natural. Maxwell Lappe, um dentista de Chigado, cria a “Nu Nails ”, uma unha postiça para unhas roídas.O “Esmalte Líquido para Unhas” da Max Factor é introduzido no mercado, apresentando uma textura similar aos esmaltes atuais. A empresa começa a usar um número ilimitado de pigmentos e a moda passa ser esmaltes que combinavam uma boa cobertura da unha com brilho uniforme.
1.970 - Começa a década dos esmaltes sintéticos. As unhas tornam-se extremamente longas através de várias técnicas e estão na última moda. No Brasil, Paulo e Edison Scroback (pai e filho) fundam a Impala, em São Paulo, empresa brasileira de esmaltes que se especializou no tratamento e beleza das unhas.
1.980 - Os esmaltes acrílicos são sucedidos pelos esmaltes de “fyber glass”. A decoração das unhas não é mais limitada aos esmaltes – pedras preciosas e vários acessórios entram em uso. Surge a profissão.